domingo, 2 de agosto de 2020

Protocolos de segurança para o consumidor - hotéis - Pós Covid 19 - Ministério do Turismo





O Ministério do turismo instituiu protocolos de segurança para todos os setores do turismo, no sentido de oferecer proteção aos turistas, para a prevenção e não contaminação do Covid -19.

 

As normas foram estabelecidas pelo programa denominado "Turismo Responsável Limpo e Seguro", para obter o selo as instituições precisam estar inscritas no Cadastur.

 

Essa iniciativa é muito relevante, pois os empresários do turismo estarão devidamente orientados e podem aplicar corretamente os protocolos que irão oferecer mais segurança para o funcionamento de seus estabelecimentos.

 

No site http://www.turismo.gov.br/seloresponsavel/ estão descritos mais detalhadamente todos os protocolos. Para os meios de hospedagem o MTur (2020), determinou:

 

 

OS ESTABELECIMENTOS DEVEM:

 

·       Assegurar a lavagem e desinfecção das superfícies onde colaboradores e consumidores circulam;

·       Promover a medição da temperatura de todos os frequentadores na entrada do estabelecimento;

·       Realizar a limpeza, várias vezes ao dia, das superfícies e objetos de utilização comum (incluindo balcões, interruptores de luz e de elevadores, maçanetas, puxadores de armários, entre outros);

·       Promover a renovação de ar, regularmente, das salas e espaços fechados, abrindo as janelas e portas para passagem da correnteza aérea;

·       Disponibilizar álcool a 70% nas formas disponíveis (líquida, gel, spray, espuma ou lenços umedecidos) em locais estratégicos como: entrada do estabelecimento, acesso aos elevadores, balcões de atendimento, para uso de clientes e trabalhadores;

·       Utilizar lixeiras que não precisem ser abertas manualmente e esvaziá-las várias vezes ao dia;

·       Disponibilizar, nos banheiros, sabonete líquido e toalhas de papel descartáveis;

·       Disponibilizar cartazes com informações/orientações sobre a necessidade de higienização de mãos, uso do álcool 70% nas formas disponíveis (líquida, gel, spray, espuma ou lenços umedecidos), uso de máscaras, distanciamento entre as pessoas, limpeza de superfícies, ventilação e limpeza dos ambientes; e

·       Providenciar o controle de acesso, a marcação de lugares reservados aos clientes, o controle da área externa do estabelecimento e a organização das filas para que seja respeitada a distância mínima de 1,5 metros entre as pessoas.

 

Visite: http://www.turismo.gov.br/seloresponsavel/


Link relacionado: https://redeturismobrasil.blogspot.com/2011/11/turista-responsavel.html

domingo, 21 de abril de 2019

Hospedagem em casas particulares: airbnb, booking, entre outros.


Na última década o turismo está sofrendo várias mudanças e o alto custo das viagens está felizmente sendo substituído por opções mais acessíveis.  A internet e a economia compartilhada já oferecem novos jeitos dos turistas se hospedarem, alugando casas particulares ou quartos em casas particulares.

Os serviços de hospedagem em casa particulares já são vendidos por inúmeros sites. Nesses sites estão descritos o valor do aluguel do espaço com inúmeros detalhes, inclusive com depoimento dos hóspedes que tiveram a experiência de alugar o local anteriormente.

O melhor jeito de dar opinião é descrever uma experiência, utilizei os serviços de dois sites booking e airbnb. Não tive nenhum problema com a hospedagem em si, tudo ocorreu corretamente, os proprietários sempre foram atenciosos. No entanto, eu recomendo sempre ler o a opinião dos hóspedes que já ficaram no local, porque por exemplo, aluguei um  apartamento onde a televisão simplesmente parava de funcionar. Não tive tempo de pedir para consertarem ou trocarem o televisor, pois estava sempre saindo, mas poderia ser um grande transtorno para quem gosta de assistir tv.

Eu recomendo a hospedagem em casas particulares, mas indico que tenham muita atenção na hora de contratarem esses serviços, no sentido de saber o que estão comprando, para não terem maiores aborrecimentos na viagem.

Link relacionado:

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Blumenau - Santa Catarina

A cidade de Blumenau está localizada no Vale do Itajaí, no estado de Santa Catarina. O município foi colonizado por imigrantes que vieram da Alemanha em 1850. A economia da cidade está fundamentada no setor industrial (têxtil) e no setor de serviços (comércio). 

A  Oktoberfest (festa típica alemã) recebe milhares de turistas todos os anos.

O turismo do município também fomenta a visitação de cervejarias.  
Visite o site www.turismoblumenau.com.br para maiores informações.



       





sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Verão - Santa Catarina - Alta Temporada


O estado de Santa Catarina recebeu no período de 2008 a 2012 uma média de 6.5 milhões de turistas na alta temporada de verão, 6 milhões eram turistas nacionais e uma média de 500 mil de turistas internacionais. Os meses mais movimentados do verão em Santa Catarina são os meses de janeiro e fevereiro (SANTUR, 2017).

       


As cidades mais visitadas em Santa Catarina são Florianópolis e Balneário Camboriú, possivelmente pela quantidade de serviços turísticos oferecidos.  No entanto, Santa Catarina possui outros destinos turísticos interessantes para ser visitado na alta temporada, como por exemplo,  a cidade de Araranguá que está localizada no extremo sul do litoral.

Para mais informações sobre o turismo de Santa Catarina acesse o site: http://turismo.sc.gov.br/

Link relacionado: 

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Guia de turismo no Brasil

No Brasil a Lei n.º 8.623/93 dispõe sobre as funções do Guia de Turismo,  “para os efeitos desta lei, é considerado Guia de Turismo o profissional que, devidamente cadastrado no Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), exerça atividades de acompanhar, orientar e transmitir informações a pessoas ou grupos, em visitas, excursões urbanas, municipais, estaduais, interestaduais, internacionais ou especializadas.”
  
No site do Ministério de Turismo “http://www.cadastur.turismo.gov.br” podemos encontrar mais 9.000 guias cadastrados, com informações importantes tais como nome, telefone, email e a foto do guia. Os dados cadastrados oferecem segurança para quem contrata esta prestação de serviço. 

Importante lembrar que para o cadastramento no MTur é preciso ter o “Certificado de Formação Profissional de Guia de Turismo”.


Crachá de Identificação do Guia de Turismo


Para maiores informações consulte o site abaixo.

Fonte:
http://www.abgtur.tur.br

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Dicas para encontrar voos baratos.





Você pode economizar na sua viagem pesquisando por passagens aéreas com desconto na internet. 

Siga as dicas:

1 - Pesquise os preços dos bilhetes em sites que listam diversas companhias aéreas para comparar valores.

2 - Não compre a passagem de avião com muita antecedência, apenas em casos de promoções imperdíveis. As empresas áreas não têm como calcular a demanda dos voos  nos meses antes da data de partida.

3 - Para os voos internacionais, pesquise diferentes tipos de transportes no país que você vai visitar. Por exemplo, você pode economizar centenas de reais utilizando ônibus, que faz Miami/Orlado.

4 - Não compre passagens com diversas paradas, as tarifas cobradas pelos os aeroportos elevam muito o preço do bilhete.

5 - Faça um Programa de  Milhas e transfira os seus pontos do cartão de crédito para o seu programa de milhagem.

Link relacionado: 

As vantagens de comprar um pacote de viagem

Fonte: Unsplash A compra de um pacote de viagem apresenta muitas vantagens em comparação ao desafio de realizar o planejamento de uma viagem...